TRT-2 ABRE NOVO PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIOS

Compartilhe esse conteúdo.

O TRT da 2ª Região (TRT-2) abre 57 vagas para estágio nas áreas de direito, logística, engenharia civil e arquivologia. Os interessados poderão realizar a inscrição de 31/5 a 26/6 no site do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) por meio deste link. As provas serão realizadas de forma on-line e serão liberadas após o registro do(a) candidato(a).

O concurso também prevê vagas de cadastro de reserva para estudantes de direito; logística; arquivologia; arquitetura e urbanismo; comunicação social – jornalismo; engenharia civil, elétrica, mecânica e área ambiental. 

Para o ingresso nas vagas oferecidas, a pessoa aprovada deverá comprovar, mediante documento oficial, estar matriculado ou cursando do 3º ao penúltimo semestre do curso, ter idade mínima de 16 anos, estar regularmente matriculado em uma instituição de ensino superior que possua convênio com o CIEE, entre outros requisitos. 

O estágio terá duração máxima de dois anos com jornada semanal de 20 horas, distribuídas em quatro horas diárias, de acordo com o interesse da Administração e disponibilidade do candidato. O estagiário vai receber uma bolsa mensal de R$ 1.212 e auxílio-transporte. 

Confira o edital completo aqui

Fonte: Tribunal de Justiça do Trabalho – 2ª Região – São Paulo

Últimos posts

Justiça do Trabalho Mobiliza-se Contra a Violência Sexual de Crianças e Adolescentes em Maio

Durante o mês de maio, a Justiça do Trabalho intensificou ações para combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes em todo o Brasil. Esta iniciativa, parte do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, envolve os 24 Tribunais Regionais do Trabalho e coincide com o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado em 18 de maio. Ações incluem palestras, rodas de conversa e campanhas de sensibilização, realizadas tanto nos tribunais quanto em espaços públicos. Autoridades ressaltam a importância da denúncia e da conscientização da sociedade para enfrentar esse grave problema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *