MÊS DE JUNHO: CONFIRA OS FERIADOS PROGRAMADOS NO TRT-2

Compartilhe esse conteúdo.

Não haverá expediente nem atendimento nos dias 8 e 9 de junho em todo o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (capital, Grande São Paulo e Baixada Santista) em razão do feriado de Corpus Christi.
Já no dia 13 de junho, por ser um feriado religioso, todas as atividades dos fóruns trabalhistas de Caieiras-SP e Osasco-SP estarão suspensas.
Em 29 de junho, também devido a feriado religioso, não haverá atendimento e expediente nos fóruns trabalhistas de Carapicuíba-SP e Praia Grande-SP.
Nessas datas, ficam suspensos os prazos processuais em todas as localidades que compõem o órgão. Os feriados e as suspensões de expediente nas unidades do TRT da 2ª Região estão relacionados na Portaria nº 33/GP, de 6 de outubro de 2022.
Plantão judiciário
Em dias não úteis, o TRT-2 tem plantão judiciário, 24h por dia. Por meio do serviço, o jurisdicionado conta com atendimento em medidas urgentes, destinadas a evitar perecimento do direito.
O atendimento do plantão é feito pelos telefones (11) 3150-2003, na 2ª instância, e (11) 3150-2004, na 1ª instância, especificamente na sede do Fórum Ruy Barbosa, para atender à jurisdição da capital. Confira aqui a lista de telefones nas outras unidades do Tribunal.

Últimos posts

Justiça do Trabalho Mobiliza-se Contra a Violência Sexual de Crianças e Adolescentes em Maio

Durante o mês de maio, a Justiça do Trabalho intensificou ações para combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes em todo o Brasil. Esta iniciativa, parte do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, envolve os 24 Tribunais Regionais do Trabalho e coincide com o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado em 18 de maio. Ações incluem palestras, rodas de conversa e campanhas de sensibilização, realizadas tanto nos tribunais quanto em espaços públicos. Autoridades ressaltam a importância da denúncia e da conscientização da sociedade para enfrentar esse grave problema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *