TRT-2 GANHA NOVO ESPAÇO PARA MEDIAÇÃO DE AÇÕES COLETIVAS

Compartilhe esse conteúdo.

O Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos Coletivos (Cejusc-JT-CC) do TRT-2 recebeu, nessa quarta-feira (29), um novo espaço exclusivo para realizar atividades de mediação e conciliação de ações coletivas. Localizado no 5º andar do Edifício-Sede (Consolação), o ambiente conta com uma ampla mesa redonda, a fim de propiciar o diálogo e a conversa horizontal.

A unidade está atrelada ao Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos Coletivos (Nupemec-JT-CC), vinculada à Vice-Presidência Judicial, atualmente liderada pelo desembargador Valdir Florindo.

Durante a apresentação, o magistrado destacou a importância das atividades de mediação e explicou que o local trará ainda mais qualidade a esse trabalho. “O formato favorece o diálogo, pois indica que não tem ninguém em condição superior, todos estão no mesmo patamar, inclusive o mediador”. 

De acordo com o desembargador, o ambiente será utilizado principalmente para os procedimentos de mediação pré-processual (PMPP) e também para a aplicação do método de mediação nos dissídios coletivos que forem submetidos ao Cejusc-Coletivos. Pelo PMPP, os envolvidos optam pelo diálogo conduzido por magistrados e conciliadores do TRT-2 antes mesmo da instauração do processo judicial em 2º grau (relembre aqui).

Para o presidente do TRT-2, Luiz Antonio M. Vidigal, a criação do espaço direcionado especificamente aos conflitos coletivos é mais uma iniciativa para atender às principais tendências do Judiciário e aperfeiçoar métodos para a solução de demandas do Tribunal. “O ambiente moderno proporciona facilidades e melhores condições para solucionar questões que influenciam de forma incisiva o cotidiano na sociedade, dada a natureza econômica e social das ações coletivas”, completou.

A previsão é de que o espaço seja inaugurado oficialmente no mês de agosto.

Fonte: TRT da 2a região

Últimos posts

Justiça do Trabalho Mobiliza-se Contra a Violência Sexual de Crianças e Adolescentes em Maio

Durante o mês de maio, a Justiça do Trabalho intensificou ações para combater o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes em todo o Brasil. Esta iniciativa, parte do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, envolve os 24 Tribunais Regionais do Trabalho e coincide com o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado em 18 de maio. Ações incluem palestras, rodas de conversa e campanhas de sensibilização, realizadas tanto nos tribunais quanto em espaços públicos. Autoridades ressaltam a importância da denúncia e da conscientização da sociedade para enfrentar esse grave problema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *