Atividades presenciais seguem suspensas na 2ª Região até 18/02

Compartilhe esse conteúdo.

Diante do aumento do número de casos de covid-19 e de internações no estado de São Paulo, o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região prorrogará a suspensão das atividades presenciais até o dia 18 de fevereiro.

Dessa forma, o expediente e atendimento em todas as unidades da 2ª Região continuam sendo realizados apenas remotamente. O expediente presencial fica permitido apenas às atividades consideradas essenciais (art. 3º da Resolução nº 262/2020 do CSJT).

As audiências presenciais e semipresenciais já agendadas ficam adiadas e serão remarcadas. As novas datas e horários serão comunicados oportunamente diretamente aos interessados. 

Os prazos processuais seguem correndo normalmente nos processos que tramitam em meio eletrônico. Os processos físicos permanecem com prazos suspensos até a conversão para o meio eletrônico.

Os servidores do Regional exercerão suas atividades em regime de teletrabalho integral até a retomada das atividades presenciais.

Como ser atendido

As varas do trabalho, gabinetes e unidades administrativas do TRT-2 fazem atendimento por e-mail e telefone, de segunda a sexta-feira (dias úteis), das 11h30 às 18h. Clique aqui para acessar a lista de telefones e este link para acessar a lista de e-mails.

Também é possível ser atendido remotamente, por meio do Balcão Virtual, nos mesmos dias e horários citados acima.

O plantão judiciário atende casos urgentes aos fins de semana, feriados e recessos (dias sem expediente). Cllique aqui para saber mais.

Se necessário, fale também com a Ouvidoria, usando o formulário do site (clique para acessar), pelo telefone (11) 3150-2000, nos ramais 2313 e 2312 (atendimento em dias úteis das 11h30 às 18h), ou no e-mail: ouvidoria@trtsp.jus.br.

Para outras informações, entre em contato com o Posto Avançado Sede nos telefones (11) 3150-2054 e (11) 3150-2055.

Fonte: TRT 2ª Região-(SP)

Últimos posts

LEI DA IGUALDADE SALARIAL HOMEM E MULHER

A Lei nº 14.611/2023, também conhecida como lei da Igualdade Salarial entre homens e mulheres, foi promulgada em julho de 2023, reforçando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *